:: PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS


PROGRAMA FAMÍLIA ACOLHEDORA
Unidade pública que presta serviços especializados e continuados que organiza o acolhimento de crianças e adolescentes, afastados da família por medida de proteção, em residência de famílias acolhedoras cadastradas. É previsto até que seja possível o retorno à família de origem ou, na sua impossibilidade, o encaminhamento para adoção. O serviço é o responsável por selecionar, capacitar, cadastrar e acompanhar as famílias acolhedoras, bem como realizar o acompanhamento da criança e/ou adolescente acolhido e sua família de origem. O atendimento é realizado às crianças e adolescentes acolhidos, famílias acolhedoras e também o acompanhamento às famílias de origem com vistas à reintegração familiar.

CREAS I SERVIÇO DE PROTEÇÃO E ATENDIMENTO ESPECIALIZADO A FAMÍLIAS E INDIVÍDUOS – PAEFI – Crianças e Adolescentes.
Unidade pública que presta serviços especializados e continuados de apoio, orientação e acompanhamento a famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos. Compreende atenções e orientações direcionadas para a promoção de direitos, a preservação e o fortalecimento de vínculos familiares, comunitários e sociais e para o fortalecimento da função protetiva das famílias diante do conjunto de condições que as vulnerabilizam e/ou as submetem a situações de risco social.

CREAS II
Unidade pública que executa o Serviço de Proteção à Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviços à Comunidade (PSC) ), determinadas judicialmente. Oferta aos adolescentes e suas famílias o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Famílias e Indivíduos – PAEFI, quando há violação de direitos com um ou mais de seus membros. Compreende atenções e orientações direcionadas para a promoção de direitos, a preservação e o fortalecimento de vínculos comunitários e sociais e para o fortalecimento da função protetiva das famílias diante do conjunto de condições que as vulnerabilizam. Deve contribuir para o acesso a direitos e para a resignificação de valores na vida pessoal e social dos (as) adolescentes e jovens, com a participação da família, contendo os objetivos e metas a serem alcançados durante o cumprimento da medida, perspectivas de vida futura, dentre outros aspectos a serem acrescidos, de acordo com as necessidades e interesses do (a) adolescente O acompanhamento social ao (a) adolescente deve ser realizado de forma sistemática, com frequência mínima semanal que garanta o acompanhamento contínuo e possibilite o desenvolvimento do PIA.

CREAS IV SERVIÇO DE PROTEÇÃO E ATENDIMENTO ESPECIALIZADO A FAMÍLIAS E INDIVÍDUOS – PAEFI
Unidade pública que presta serviços especializados e continuados de apoio, orientação e acompanhamento a famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos. Compreende atenções e orientações direcionadas para a promoção de direitos, a preservação e o fortalecimento de vínculos familiares, comunitários e sociais e para o fortalecimento da função protetiva das famílias diante do conjunto de condições que as vulnerabilizam e/ou as submetem a situações de risco social.

EURECA I e II
Promove ações sócio-educativas e de convivência às crianças e adolescentes através de atividades culturais, artísticas, esportivas e de lazer no período complementar à escola, bem como, apoio e orientação sócio-familiar.

UNIDADE DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL FEMININA
Unidade pública que presta serviços especializados e continuados, que oferece acolhimento, cuidado e espaço de desenvolvimento para adolescentes do sexo feminino, sob medida de proteção (Art. 98 do Estatuto da Criança e do Adolescente) e em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.

UNIDADE DE ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL MASCULINO
Unidade pública que presta serviços especializados e continuados, que oferece acolhimento, cuidado e espaço de desenvolvimento para adolescentes do sexo masculino, sob medida de proteção (Art. 98 do Estatuto da Criança e do Adolescente) e em situação de risco pessoal e social, cujas famílias ou responsáveis encontrem-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção.

CRAS 
(CEU, VOLANTE, INTERLAGOS, SANTA CRUZ, XIV DE NOVEMBRO, PERIOLO e CASCAVEL VELHO)

Centro de Referência da Assistência Social, conhecido também como "Casa da Família" é um espaço de acolhimento e escuta e desenvolve o Programa de Atenção Integral à Família (PAIF), que apresenta os seguintes objetivos:

» Contribuir para a prevenção e enfrentamento de situações de vulnerabilidade e risco social.
» Fortalecer os vínculos familiares e comunitários.
» Promover aquisições sociais e materiais às famílias, com o objetivo de fortalecer o protagonismo e a autonomia das famílias e comunidades.

CAPS AD
O Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e Drogas presta atendimento a crianças e adolescentes do Município de Cascavel que sofrem de uso e/ou abuso de substância psicoativas (álcool e outras drogas), proporcionando-lhes tratamento, habilitação e ressocialização junto à família e a comunidade. Os adolescentes contam ainda com atendimento individual, por meio de tratamento medicamentoso, psicoterápico e orientação. Além de atendimento em grupo operativo, oficina terapêutica, acompanhamento, visitas domiciliares, eventos culturais e recreativos, ofertando assim uma maior autonomia a criança e ao adolescente em tratamento.

CAPS i
O Centro de Atenção Psicossocial Infantil presta atendimento à criança e ao adolescente do Município de Cascavel, com psicopatologias mais decorrentes na infância e adolescência, transtornos mentais moderados, severos e persistentes(graves) tais como: esquizofrenia, depressão, transtorno bipolar, fobias, ansiedades, hiperatividade, transtornos de conduta, transtornos de alimentação, stresse, situações de exclusão social (pacientes egressos de hospital psiquiátrico, pessoas em prisão domiciliar), tentativas de homicídio, entre outros que necessitem de um atendimento multiprofissional, dando suporte ao usuário e sua família, visando a recuperação e a reinserção na comunidade.


CENTRO DA JUVENTUDE JOMAR VIEIRA DA ROCHA – Atende prioritariamente adolescentes/ jovens de 12 à 18 anos, através de ações socioeducativas que visam à cidadania, convivência social  e a formação promovendo o protagonismo juvenil. É um espaço público que oportuniza aos adolescentes espaços de participação democrático, com desenvolvimento de oficinas de promoção humana e intelectual, garantindo o acesso à bens culturais e esportivos, oportunizando aos usuários do serviço que sejam sujeitos de direitos e o fortalecimento de ações coletivas e transformadoras de acordo com as necessidades identificadas. Fica situado na Travessa da Felicidade, s/n, Conjunto Julieta Bueno – Bairro Jardim Interlagos e é coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência Social – SEASO;


CENTRO DE ARTES E ESPORTES UNIFICADOS - CEU
É um equipamento público estruturado para integrar atividades e serviços culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, prevenção à violência e inclusão digital, que possibilitem à crianças e adolescentes e jovens produzir e acessar bens culturais e artísticos, participar de atividades esportivas e tecnológicas, desenvolver e participar de ações que favoreçam a formação pessoal, profissional e política. Funciona na Rua Caiçaras, 401 – Bairro Santa Cruz


Desenvolvido peloDepartamento de Informática da Prefeitura de Cascavel - Todos os direitos reservado - 2007