Seagri

 Terça-feira, 29.07.2014

Firmada primeira parceria por meio do "Porteira para Dentro"

Em reunião nesta tarde (29), no gabinete, o prefeito Edgar Bueno assinou um convênio de auxílio e cooperação técnico e financeiro com a empresa La Mucca do Brasil S/A. A parceira é a primeira viabilizada pela Lei Municipal nº 5.819/2011, que institui o Programa Municipal de Incentivo a Atividades Agropecuárias Rurais, denominado de “Programa da Porteira para Dentro”. Participaram da assinatura os secretários de Serviços e Obras Públicas, Paulo Gorski; de Desenvolvimento Econômico, Susana Gasparovic Kasprzak e de Meio Ambiente, Luiz Carlos Marcon e a diretora da Secretaria da Agricultura, Leila Marta Martins.

Pela parceria a Secretaria de Serviços e Obras Públicas executará a pavimentação asfáltica do pátio da empresa, fornecendo mão de obra especializada e maquinário. Já a empresa entrará com os materiais necessários, bem como com o fornecimento de alguns equipamentos e mão de obra de auxiliares de serviços gerais. A obra tem prazo de 45 dias para ser executada e deve iniciar no dia 8 de agosto. A parceria tem participação das secretarias de Desenvolvimento Econômico e da Agricultura.

“O programa nasceu com objetivo de fomentar a atividade agropecuária nas unidades produtivas, assim o Município firma parcerias com os produtores para que possam melhorar a infraestrutura e os acessos viários das propriedades rurais”, destacou o prefeito Edgar Bueno.

Morador de Capanema-PR, o empresário Edimedes Anacleto de Moura disse que tinha a intenção de implantar a unidade naquele município, mas um estudo da bacia leiteira de Cascavel apontou que a produção de leite num raio de 100 quilômetros do entorno da propriedade viabiliza a instalação no Distrito de Juvinópolis. A empresa está instalada no KM 36, da PR-180. “O distrito é estrategicamente benéfico e isso representa desenvolvimento à região”, disse o empresário que viu na nova lei implantada em Cascavel um catalisador do processo de instalação da empresa.

Para Edgar Bueno, a empresa terá papel fundamental na movimentação econômica da região. “São pelo menos 12 empregos diretos e 80 indiretos, com a expectativa de melhoramento genético nas propriedades e desenvolvimento. Isso é bom para todos”.