Notícias

 08.10.04 - 00h00

Praça do Migrante volta a ser ponto turístico de Cascavel

Praça do Migrante volta a ser ponto turístico de Cascavel Cascavel conta com mais um belo local de lazer para toda a família. Desde a sua inauguração, dia 3 de setembro, as obras de remodelação da Praça Florêncio Galafassi, conhecida como “Praça do Migrante”, restauraram um dos principais cartões postais do município, que recebe uma grande quantidade de visitantes de todas regiões de Cascavel e de cidades vizinhas. Para o prefeito Edgar Bueno, com a remodelação da praça foi “resgatado o maior símbolo do município e dos pioneiros de Cascavel”. Outro importante ponto a ser destacado é que a revitalização da praça demonstra que os pioneiros ainda têm valor, não só quando chegaram e iniciaram a cidade. “Esta obra deve ser respeitada, pois é um memorial e patrimônio a ser usufruído pelos cascavelenses e visitantes”, afirma o prefeito. De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Paulo Carlesso, a remodelação da praça foi um “gesto encontrado para abraçar e homenagear os pioneiros”, além de recuperar a praça para toda a população, que antes era utilizada como “reduto para vândalos e desocupados”. Hoje a situação é outra e a praça é até local para realização de aulas práticas sobre meio ambiente das escolas, já que foi transformada em um lugar de “lazer e confraternização”, salienta o secretário. Estrutura Uma das grandes atrações da praça é o espelho d’água, com área de 986 metros quadrados e um moderno chafariz com dois anéis, sendo que cada um contém 60 bicos. Na borda são mais 495 bicos e dentro do chafariz 27 bicos grandes, sendo mais dois nos centros dos anéis. A praça possui uma área de 9.530 metros quadrados, onde foram colocados 3.367 metros quadrados de calçada do tipo “paver”, instalados 14 bancos e 13 lixeiras. Na área de paisagismo foram plantados 5,2 mil metros quadrados de grama e realizados trabalhos de reconstrução de canteiros das plantas ornamentais e das flores. As obras contaram ainda com a instalação de uma nova iluminação em toda praça. Foram afixados também mastros para as bandeiras do Brasil e de Cascavel, além de 26 mastros que correspondem às bandeiras dos 26 estados brasileiros, homenageando os migrantes que vieram de todas partes do Brasil, como um refletor para cada bandeira, cumprindo lei federal de regulamentação na exposição de bandeiras. Monumento Nominado de Migrante, o monumento instalado sobre o espelho d’água é constituído de cinco rampas de concreto e representa um gráfico, como se fosse o volume de migrantes que Cascavel recebeu de cada região brasileira. O primeiro da esquerda representa a região Norte, o segundo da esquerda para a direita a região Nordeste, o central a região Sudeste, sendo que o maior deles - o segundo da direita para a esquerda - representa a região Sul, e o primeiro à direita a região Centro-Oeste. Box Praça presta homenagem aos pioneiros de Cascavel A Praça do Migrante é uma das mais antigas de Cascavel, sendo denominada de Praça Florêncio Galafassi em 1977, em homenagem a um dos principais pioneiros do município. Apesar do nome oficial dado em homenagem a um dos antigos moradores da cidade, a denominação Migrante foi dada ao monumento construído no centro da praça, simbolizando o ponto da encruzilhada dos brasileiros, com destaque para a região Sul, origem mais forte da corrente migratória. Localizada no Oeste da Avenida Brasil, onde surgiram os primeiros comércios de Cascavel, a Praça do Migrante tem uma grande simbologia, pois representa a chegada e conquistas dos pioneiros que ali se instalaram. Através de seus monumentos, a praça expressa a descoberta e o domínio sobre a terra que foi a última aventura colonizadora do extremo Sul brasileiro. final

 Imprimir   Enviar por email   Comunicar erro   Receber Notícias  Compartilhe:  Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Adicione aos favoritos no Google

» Notícias Recentes

» Notícias Mais Acessadas