Notícias

 10.01.18 - 19h32

"Dinheiro público se traz com políticas públicas", reafirma Paranhos

Prefeito lançou hoje o PAR, que incrementará o Paid, na presença do secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto

O prefeito Leonaldo Paranhos recepcionou hoje (10) o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, que de passagem por Cascavel participou do lançamento do PAR (Programa de Atendimento Residencial), que nasce para incrementar e complementar o Paid (Programa de Assistência e Internação Domiciliar). O ato foi realizado na sede do então Hospital Jácomo Lunardeli, no Bairro São Cristóvão, recém-desapropriado pelo Município, com apoio do governo do Estado, para ser transformado em hospital municipal e que em breve acolherá a UPA Brasília durante a reforma e ampliação daquela unidade. O deputado estadual Adelino Ribeiro, diversos vereadores e secretários também participaram do ato.

"O Michele foi muito parceiro na aquisição deste hospital e aproveitamos a vinda dele a Cascavel para fazer este ato aqui hoje, para lançar o PAR, que é um compromisso de campanha. Dinheiro público se traz com políticas públicas", reafirmou Paranhos, para quem é importante que se diga que na hora de fazer um plano de governo deve-se ter sensibilidade.

"E quando elaboramos o nosso, levamos em conta vários programas como o Paid, que já era referência nacional em Cascavel desde 2005. O PAR vem contribuir com este grande trabalho que ele faz e irá trazer muito mais alento e apoio aos pacientes acamados em casa e os familiares. Sabemos que quando o Município não cumpre com a saúde que é de sua responsabilidade, onera o Estado. E nós, aqui, estamos rigorosamente cumprindo o que é de nossa competência", afirmou o prefeito, agradecendo o empenho do secretário de Estado na luta pela garantia de recursos para a saúde de Cascavel".

O Paid, como bem lembrou o prefeito, é "insubstituível", e agora com este complemento por meio do PAR já começa recendo investimentos, veículo, ambulância, equipamentos e uniforme novo para a equipe. "Este é um programa que transforma saúde em resultado para as pessoas aqui em Cascavel", destacou Caputo, que garantiu continuidade do apoio ao Município durante a permanência dele no governo do Estado - até o mês de abril -, quando pedirá afastamento visando ao período eleitoral. "Antes de sair vamos assinar novo convênio para garantir o término da obra do Cisop; também temos recursos para equipamentos odontológicos, entre outros projetos que estão em andamento. A política de saúde não sofrerá desestruturação devido à saída de uma pessoa. Ninguém irá retroagir", assegurou o secretário de Estado.

De acordo com o secretário de Saúde, Rubens Griep, o PAR se propõe a atender de forma diferenciada pacientes em internamento domiciliar, atuando com uma equipe formada por médico, enfermeiro e técnicos de enfermagem que servirão de apoio para atendimento a pacientes menos complexos pelas unidades básicas de saúde e unidades de saúde da família. "Assim, cria-se um alicerce mais forte para o cuidado, compreendendo que nossas equipes podem ter qualidade e propriedade no desempenho das atividades, chamando para si a responsabilidade de seu território".

 

 Imprimir   Enviar por email   Comunicar erro   Receber Notícias  Compartilhe:  Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Adicione aos favoritos no Google

» Notícias Recentes

» Notícias Mais Acessadas