Capacitação foi realizada na prefeitura
07/04/2015 - Banco do Empreendedor: servidores passam por capacitação
Servidores que atuam na Sala do Empresário passaram por uma capacitação sobre o atendimento nas linhas de créditos da Fomento Paraná, pelo Banco do Empreendedor, que desde o dia 30 de março atende na Sala do Empresário, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17horas. Quem apresentou a curso de capacitação aos servidores foi a palestrante Sandra da Costa Silva. Segundo ela, por meio de financiamento, é disponibilizado até R$ 15 mil para pessoas jurídicas formalizadas há mais de seis meses. O financiamento tem taxas de juros a partir de 0,61% até 1,13% ao mês. Para pessoas físicas que desenvolvem atividades empreendedoras, o valor é de até R$ 7,5 mil com as mesmas taxas de juros de pessoa jurídica. Sandra Costa revela a possibilidade de financiamento para quem tem cursos e as formas de pagamento. “Para quem tem cursos de capacitação na área de gestão pode pedir subvenção nas taxas de juros, solicitando financiamento nas taxas mínimas. Para pessoa jurídica o financiamento pode ser pago em até 36 vezes, já para pessoa física até 24 vezes”. O Banco do Empreendedor oferece linha de crédito para taxistas, com financiamento para compra de veículos com o valor de até R$ 50 mil, sendo que as taxas de juros variam entre 0,55% até 1,02% ao mês. Os valores de financiamento variam entre R$ 300 até R$ 300 mil, trabalhando com pequenas, médias e grandes empresas. Interessados em aderir a um financiamento devem procurar a Sala do Empresário no Paço Municipal, munidos de documentos pessoais e fazer um cadastro que é avaliado pela Fomento Paraná.  
Secretário de Desenvolvimento Econômico foi apresentado ao CGM
24/03/2015 - CGM realiza primeira reunião ordinária de 2015
O secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Carlesso, abriu na manhã de hoje (24) a primeira reunião ordinária de 2015 do CGM (Comitê Gestor Municipal), realizada na Sala de Treinamentos do Centro de Convenções e Eventos. Na ocasião, o secretário ressaltou que o Plano de Ações da Semdec já está finalizado e será apresentado ao prefeito Edgar Bueno, nos próximos dias, para então ser posto em prática. Além disso, o secretário se colocou à disposição do Comitê Gestor Municipal e informou aos gestores que a Fomento Paraná, por meio do Banco do Empreendedor estará atendendo a partir de abril, na Sala do Empresário, operacionalizando com valores de financiamentos de até R$ 15 mil, com prazo estendido e com uma das taxas de juros mais baixas do mercado, que variam de 0,69% a 1,15%. “O objetivo é fomentar os empreendimentos e oferecer novas oportunidades aos pequenos negócios”. Na reunião, também foram definidos detalhes da Semana Nacional do Microempreendedor Individual, que será de 13 a 17 de abril. O evento será realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, por meio da Sala do Empresário e pelo Sebrae, com os apoios dos parceiros do Programa Empresa Fácil e dos gestores e entidades do CGM. Está prevista uma programação que contempla dois treinamentos do Sebrae: SEI Crescer no dia 14 de abril e SEI Formar Preço, no dia 15 de abril; e para encerrar uma palestra em parceria com a Unioeste, com o tema de empreendedorismo, a ser ministrada pelo prof. Dr. Cláudio Rojo, no dia 16 de abril. Os locais e horários ainda estão sendo definidos e serão informados posteriormente. Foi apresentado um breve relato do Programa Compra Cascavel, pela consultora do Sebrae Janete Felippe, que atualmente possui 35 entidades cadastradas. A consultora solicitou apoio do CGM para a criação do Grupo Técnico do Programa. A coordenadora do CGM, Jaqueline Nascimento Lara, apresentou o relatório do Programa Empresa Fácil, destacando cerca de 15 mil atendimentos, mais de 8.500 empreendedores individuais formalizados e mais de 8.600 participantes nas capacitações, nestes quase cinco anos de existência do Programa e da Sala do Empresário. “É um case de sucesso que mantém o Município em 4º lugar no ranking de formalizações no Paraná. Com relação aos empregos formais, Cascavel ficou também em 4º lugar no Paraná, com a criação de 501 novos postos de trabalho, referente à fevereiro de 2015, de acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados)”. Jaqueline também destacou a importância das parcerias, e solicitou apoio, junto a coordenadora da Capacitação, Ana Lúcia Simão, para a formatação da Grade de Capacitação 2015, que já contempla cerca de 20 treinamentos em parceria com o Sebrae, para que os demais parceiros ofereçam também os seus treinamentos. A capacitação gratuita é um dos benefícios oferecidos pelo Programa e pela Sala do Empresário. O consultor Regional do Sebrae, Adir Mattioni, fez um breve relato do status do Plano de Ação para 2015. O gerente Regional do Sebrae, Orestes Hotz, elogiou a atuação e o comprometimento dos gestores do CGM. “Há muito ainda a se fazer para a aplicação da Lei Geral Municipal, fomentando um ambiente propício e favorável para o desenvolvimento das microempresas, empresas de pequeno porte e microempreendedores individuais, que representam a maior força produtiva do nosso país”, destacou Hotz.  
11/12/2014 - Empreendedor individual deve pagar o DAS até dia 20
O MEI (Microempreendedor Individual) precisa pagar o DAS (Documento de Arrecadação Simples Nacional) até o dia 20 de cada mês, em valor fixo referente à sua tributação, para não perder benefícios, como o do INSS. Informações obtidas por meio do site da Receita Federal pela coordenação da Sala do Empresário - que gerencia o Programa Empresa Fácil, na Prefeitura de Cascavel - indicam que o Município tem hoje 47,74% de inadimplência, ou seja, quase metade dos microempreendedores individuais formalizados não estão pagando as guias de contribuição do INSS. A falta de pagamento do DAS implica em multa pelo atraso e, consequentemente, a não contagem da competência em atraso para fins de carência para obtenção dos benefícios previdenciários respectivos. Existe uma lista dos benefícios que o MEI deixa de obter, quando não paga as guias do INSS – DAS: aposentadoria por idade: mulher aos 60 anos e homens aos 65; aposentadoria por invalidez: é necessário um ano de contribuição; auxílio-doença: é necessário um ano de contribuição; salário-maternidade: são necessários 10 meses de contribuição. Para a família também há prejuízos com a impossibilidade de pensão por morte: a partir do primeiro pagamento e auxílio-reclusão: a partir do primeiro pagamento. A orientação, caso o MEI esqueça ou atrase o pagamento, é para que solicite a impressão de nova guia do DAS na Sala do Empresário, ou ainda pelo Portal do Empreendedor. Ela virá com as correções da multa e com o novo prazo de pagamento. Para outras informações, deve-se entrar em contato com a Sala do Empresário, pelos telefones 3321-2070 ou 3321-2071.