18/09/2017 - Continuam abertas inscrições para curso de aperfeiçoamento no Território Cidadão
Começa no próximo dia 27 de setembro, no CRAS do bairro Cascavel Velho, o curso “Promoção de Vendas para Supermercado e Loja”, promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico no Território Cidadão. O curso terá duração de 21 horas e abordará os seguintes conteúdos: Apresentação pessoal e postura profissional do promotor; Atitudes que fazem a diferença; O varejo de supermercado e a importância no ponto de venda; O comportamento do consumidor no supermercado brasileiro; Conhecendo o cliente; O que é merchandising?; Material de merchandising;  Diferença entre merchandising e promoção de vendas; Técnicas de exibição de produtos; Métodos first in first out (FIFO); Merchandising e a exibição de produtos no ponto de venda (PDV); Manutenção de material de merchandising. O objetivo do curso promover o aperfeiçoamento das técnicas de promoção de vendas e merchandising em supermercados e lojas, sendo uma boa oportunidade para as pessoas que estão em busca de um emprego, pois o aluno será certificado pelo Senac e também para aqueles que já estão trabalhando mas querem qualificar o seu trabalho. O curso é gratuito e as aulas acontecerão a ssegundas, quarta se sextas-feiras, no horário das 8h30 às 11h30. Ainda há vagas e as inscrições podem ser realizadas no CRAS do bairro Cascavel Velho. Informações pelo telefone 3902-1735  
11/09/2017 - Ambulantes: Coplaa empossa nova mesa diretiva e define novas regras
A Coplaa (Comissão Permanente de Licença de Atividades Ambulantes) - criada pela Lei Complementar Municipal nº 78, de 27 de agosto de 2014 empossou hoje (11) a nova mesa diretiva eleita para o mandato 2017-2018. O gestor ambiental José Luiz Ferreira, que representa a Secretaria de Meio Ambiente na Comissão, foi eleito presidente. Como vice-presidente foi eleito Leonir da Cruz (Chiquinho), representante da AVLC (Associação dos Vendedores de Lanches de Cascavel); Cledimara Nunes (representante da Secretaria de Finanças) é a primeira secretária e Rissieri dos Reis Scardoelli (Representante da Secretaria de Planejamento), segundo secretário. Na ocasião foi estabelecido um cronograma de trabalhos da Comissão, que também aprovou uma mudança no regimento interno, que agora irá permitir, a convite dos membros da Comissão, a participação com direito a voz, porém sem voto, de entidades externas e afins nas reuniões que discutem a situação dos ambulantes em Cascavel, como a Comissão Especial criada pelo prefeito Leonaldo Paranhos para solucionar a situação no Município. "Também discutimos os anseios da categoria e a presença, a partir de agora nas reuniões, de titulares e suplentes de cada entidade que integra a Coplaa", detalhou Ferreira, que apresentou na reunião um balanço de processos em andamento.   Números O relatório aponta 291 processos em curso, ou seja, que aguardam análise e parecer, sendo: - Caldo de Cana: 32 (4 pedem para a Av. Brasil); - Trailer de lanches: 91 (27 pedem para a Av. Brasil); - Carrinho de lanches: 4 Itinerantes: 43 (vendedor de pano de prato, algodão doce, cintos, carteiras, tapetes, brinquedos, artesanatos, sorvetes, balões, alimentos, etc.); Outros: 121 (carro de frutas e verduras, churros, pipoca, açaí, tapioca, espetinhos, doces, pães e massas); Em processo de recadastramento estão 64 processos,  todos fiscalizados, sendo: - 4 encerraram as atividades; - 5 indeferidos; - 9 deferidos quanto ao local mas com pendência de documentação; - 16 deferidos quanto ao local, aguardando vistoria e parecer da Vigilância Sanitária; - 3 aguardando parecer da Seplan ( em conjunto com Sema e Cettrans); - 27 aguardando para análise e parecer; - Processos arquivados:32 (desistentes, ou indeferidos) No total, incluindo 291 processos de cadastramentos e 64 de recadastramentos e mais 32 arquivados, a Coplaa conta com 387 processos.
29/08/2017 - Parceria com BRDE valoriza empresários e oferece novo instrumento
Se acordo com Orlando Pessuti, vice-presidente do BRDE, parceria atende todos os setores   Em edição especial da Escola de Governo, hoje (29), o prefeito Leonaldo Paranhos e o vice-presidente do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), Orlando Pessuti, assinaram termo de cooperação técnica para facilitar a liberação de linhas de crédito do banco a micro e pequenos empreendedores já instalados ou que venham a se instalar em Cascavel. O prefeito Leonaldo Paranhos, agradecendo a disposição de toda equipe do BRDE para formulação da parceria, lembro que "as coisas acontecem, mas precisam de dedicação e empenho". Com referência especial às entidades (Acic, Amic, CDL e a Garantioeste), Paranhos afirmou que "não consigo imaginar uma cidade com êxito, evolução e crescimento sem a parceria com os empresários que geram impostos e garantem, inclusive, as políticas públicas". Paranhos disse ainda que "precisamos voltar a reconhecer a importância dos nossos empresários; é preciso que as empresas tenham facilidade e não a burocracia que, muitas vezes a Prefeitura impõe", lembrando do recente "mutirão de alvarás, facilitando a vida dos empresários porque reconhecemos essa necessidade". Paranhos enfatizou ainda que o "BRDE é uma marca fantástica" e a sua presença em Cascavel precisa ser comemorada porque "amplia nossa capacidade de ofertar serviços, pessoas e projetos qualificados aos empresários de Cascavel; em um momento de muita dificuldade a Prefeitura, numa parceria como essa, disponibiliza técnicos, projeto e recursos para que se possa avançar".   "Antiga relação" Orlando Pessuti disse que a parceria busca atender a todos os setores, desde a agricultura familiar até o comércio de micro, pequeno, médio ou grande porte, "sem estabelecer um valor porque pode variar de R$ 1 milhão a R$ 100 milhões, dependendo da demanda que surgir". "O importante é que a partir de agora, Cascavel vai dispor de uma equipe técnica, pelo menos uns 200 técnicos do mais alto nível, sem mais a necessidade de ter que contratar uma consultoria, que agora pode buscar no BRDE, sem nenhum custo para o Município", ressaltou Pessuti, depois de falar de sua trajetória pública que tem estreita e antiga ligação com Cascavel e o Oeste do Paraná "marcada por grandes realizações e conquistas para o desenvolvimento de Cascavel e toda região Oeste". "O BRDE já tem uma parceria com a Acic onde temos uma pessoa dentro da associação, de grande valor, que foi treinada para atender os empresários. E este acordo que estamos firmando hoje é para que possamos entrelaçar as mãos", disse Orlando Pessuti, destacando que desde a sua fundação, há 56 anos, o BRDE "financia o desenvolvimento estadual, regional e local; estamos vindo aqui para sermos parceiros da administração municipal para orientar a todos os empreendedores". O  vice-presidente do BRDE lembro que além da orientação para busca do crédito, a equipe técnica do banco também auxilia na estruturação do projeto. "Muitas vezes temo um sonho e uma ideia. Mas muitas vezes só ter o sonho não resolve. Isso tem que ser transformado em um projeto. Porém, só o projeto também não adianta se não tiver a estruturação do financiamento e um planejamento. E é isso que o BRDE se propõe a fazer", completou. Ao destacar a parceria com o BRDE, João Alberto Soares, secretário de Desenvolvimento Econômico, lembrou que a base de sucesso de qualquer cidade e região, é o desenvolvimento econômico. "Não há saúde ou educação sem desenvolvimento econômico. Não há diferenciação entre uma ou outra área, mas é preciso recursos. E essas parcerias são extremamente importantes. O trabalho do prefeito começou á na Coopavel, durante o Show Rural, para que convocasse o BRDE para estruturar esse modelo de negócio para orientar e trazer recursos para a cidade de Cascavel para que pudéssemos ampliar a atividade econômica em um momento difícil e de crise através do crédito do BRDE", pontuou secretário.   Garantioeste Ainda durante a Escola de Governo, foi assinada termo de cooperação entre a Prefeitura de Cascavel e a Garantioeste (Sociedade de Garantia de Crédito do Oeste do Paraná). A parceria assinada pelo prefeito Paranhos e o presidente da Garantioeste, Khaled Nakka, disponibilizou mais R$ 300 mil, ampliando a capacidade de liberação de recursos. Os R$ 300 mil liberados à Garantioeste, garantem lastro para cerca de R$ 3 milhões em operações. “São valores importantes que permitem acesso a crédito facilitado e barato a micros e a pequenas empresas", disse. Já com sete anos de atuação, a Garantioeste oferece aval a empresas que têm dificuldades de apresentar garantias aos bancos.  
29/08/2017 - Catuaí Cascavel: "O prefeito hoje é nosso grande motivador"
Empreendimento deve ser inaugurado no segundo semestre de 2019   Projeto "com a cara de Cascavel" e com inauguração possivelmente para o segundo semestre de 2019 foi o que anunciou hoje (29), durante a Escola de Governo especial, o diretor comercial da BRMalls, José Roberto Levy Cardozo, empresa que administra atualmente 36 shoppings em todo o País, sendo cinco deles no Paraná, com 9 mil lojistas em portfólio, e que é responsável pela construção do Catuaí Cascavel, lançado ainda em 2012.   "Acredito muito neste investimento. Chegamos a estar em Porto Alegre em defesa da obra. Quero pedir desculpas aos investidores pela dificuldade de se instalar em nossa cidade. A BRMalls é hoje um grande investidor e esta inauguração já deveria ter acontecido, pois além das barreiras aqui encontradas, também há o fator crise, mas o Município está com vocês e é aval desta ação. É compromisso nosso e da cidade acolher vocês", reafirmou o prefeito Leonaldo Paranhos ao apresentar Levy ao grupo presente à Escola de Governo.   Levy disse que "sempre tive boa receptividade na cidade mas não imaginava ouvir estas palavras do prefeito, que com toda a confiança que está depositando no grupo, com certeza vai se surpreender com uma megainauguração do Catuaí Cascavel. O prefeito tem sido hoje nosso grande motivador e tem nos incentivado a dar uma velocidade ainda maior à do que já vínhamos trabalhado para tornar realidade este grande presente que estamos preparando para esta cidade, com tudo o que ela merece".   O empreendimento Com um total de 193 lojas, sendo oito âncoras e sete megalojas - dentre elas Casas Bahia, Paquetá Esportes, Ri Happy, Lojas Americanas, Marisa, Polo Wear, Renner, Riachuelo, C&A e Magic Games - o empreendimento totalizará 30 mil metros quadrados, numa área de 120 mil m², com 1,6 mil vagas de estacionamento. Até agora 62% dos espaços estão comercializados (116 lojas), quase a totalidade do primeiro piso. Segundo Levy, é preciso estar com pelo menos 80% da comercialização para retomar a construção, "mas isso já nos mostra o potencial da cidade para iniciar a obra, pois já temos marcas de expressão confirmadas e com contratos assinados, que nos motivam a acelerar as vendas". "Estamos adaptando o segundo piso, para uma estrutura mais moderna, às novas tendências de shopping, com espaço gourmet para a praça de alimentação e restaurantes".   Sete salas de cinema A grande novidade anunciada hoje se refere ao lazer e ao entretenimento que o Catuaí vai proporcionar à região, com confirmação da implantação de sete salas de cinema do novo empreendimento, que segundo Levy foi confirmada pelo grupo Cinemark na semana passada, uma das maiores redes de cinemas do mundo, com sede em São Paulo, "que aprovou a entrada na cidade, aprovou a negociação e pediu para evoluir com o contrato".   Missão O diretor comercial da empresa, que assistiu a toda a Escola de Governo antes de apresentar o projeto de retomada de comercialização das vendas do Catuaí, disse que deixa a cidade hoje "muito mais apaixonado por Cascavel do que já é", pois a assinatura de tantos convênios que incentivam ao desenvolvimento, principalmente de pequenos e médios produtores e empresários, estimula ainda mais o crescimento e o fortalecimento da cidade e a vinda do grupo. "Sentimos que há uma ansiedade muito grande da população pelo shopping. Mas a nossa ansiedade é hoje maior. Cascavel é uma cidade polo do agronegócio, mas também uma cidade que cresce a passos largos e que faz grandes convênios para pequenas e médias empresas e, com este clima de desenvolvimento, o shopping vem somar, e estes eventos nos passaram uma confiança muito grande. Saio daqui com um compromisso e com a certeza de que estamos dando um grande presente à esta cidade, que tanto merece".
15/08/2017 - "Feira do Teatro" promete inovar as manhãs de domingo
 O melhor da arte e da cultura local ficará concentrado nas manhãs de domingo na quadra do complexo cultural do Teatro Sefrin Filho e do Centro Cultural Gilberto Mayer já a partir do mês de setembro, caso toda a estrutura e os projetos forem concluídos no tempo estimado. Foi o que o secretário de Desenvolvimento Econômico, João Alberto Soares de Andrade anunciou hoje (15), durante a Escola de Governo, ao apresentar as maquetes da "Feira do Teatro", projeto que está sendo estruturado em parceria com a Secretaria de Cultura e que prevê a exposição e a comercialização de produtos provenientes de atividades artesanais, artísticas culturais denominadas de artes plásticas, arte popular, atividades oriundas de apresentação artística, objetos de coleção e antiguidades, produtos étnicos e arte culinária. A "Feira do Teatro" é uma proposta inovadora para Cascavel. Várias reuniões com os setores envolvidos já foram realizadas na Secretaria visando à implantação. A praça contará com uma estrutura própria para acomoda os expositores e os participantes, todos os domingos, das 9 às 14 horas. "Teremos representantes de grupos e associações de artesãos e também da Economia Solidária, artistas locais, atendendo à uma antiga reivindicação da categoria e da própria população, além de otimizar aquela espaço cultural", detalhou o secretário, lembrando que a feira ainda promove o encontro e o convívio intergeracional e incentiva a atividade artística e artesanal, valorizando os artistas locais, oportunizando novos negócios e fomentando mais um ponto turístico na cidade.  
15/08/2017 - "Esta secretaria tem a função de aproximar o contato com os empresários"
Secretaria de Desenvolvimento Econômico apontou avanços, hoje, na Escola de Governo - Gestão Eficiente   "Eu tenho dito sempre que a Prefeitura tem de ser um facilitador da vida das pessoas. Porque 'tudo não pode'; 'tudo é difícil'; 'tudo é burocrático'. É preciso sim manter a técnica e a qualidade, mas precisamos inserir aí um componente chamado 'agilidade', pois quem está do lado de fora espera resolutividade da nossa parte. E a Secretaria de Desenvolvimento Econômico tem a função de aproximar o contato com os empresários, que há muito tempo esperam de nós [Poder Público] atenção e avanços". A fala do prefeito Leonaldo Paranhos encerrou na manhã de hoje (15) a apresentação do secretário de Desenvolvimento Econômico, João Alberto Soares de Andrade, que fez um feedback dos avanços da Pasta ao longo desses oito meses de administração Paranhos, durante a Escola de Governo de hoje. Segundo o prefeito, "nossos servidores estavam ansiosos por novos desafios, pois a secretaria [de Desenvolvimento] estava focada em poucos itens. "Temos riquezas que precisam ser exploradas, como o turismo para gerar atrativos para a nossa cidade, que o Desenvolvimento Econômico está com a missão de resgatar. Em turismo, quando não se tem opções, se cria, mas temos aqui potenciais que podem ser muito bem aproveitados".   E o turismo rural é um dos desafios em evidência, com a integração principalmente de uma rota de cachoeiras, por exemplo, que fará um circuito entre os distritos, envolvendo os diversos grupos de praticantes de trilhas e atividades desportivas da cidade que já utilizam estes espaços e dando oportunidade aos moradores dessas localidade de comercializarem seus produtos. Um deles foi visitado esta semana e será revitalizado em parceria com a Itaipu Binacional, que é o Salto Portão/Ponte Molhada. De acordo com o secretário, a secretaria já conseguiu, nesse primeiro semestre do ano, registrar novamente a cidade no Ministério do Turismo e passar a ter novamente ações regulamentadas e voltar a integrar o Fórum G11, que é o grupo de cidades com maiores potenciais turísticos do Paraná, junto com Curitiba, Foz do Iguaçu, Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Guaratuba, Araucária, Guarapuava, Matinhos e Paranaguá.   Catuaí/BRDE Durante a Escola, o prefeito recebeu dois importantes telefonemas. Um deles confirmando para o dia 29 de agosto a vinda a Cascavel do diretor nacional de vendas do Grupo BR Malls, para anunciar o relançamento do empreendimento Shopping Catuaí Cascavel.  Também no dia 29, a Escola de Governo, recebe a presença do vice-presidente e diretor administrativo do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), Orlando Pessuti. Ele vem a Cascavel para firmar um acordo de cooperação técnica com a Prefeitura de Cascavel visando a linhas de crédito a pequenos empresários, incluindo os vendedores ambulantes.   Apoio De janeiro a julho deste ano, 54 empresas já solicitaram os benefícios do Prodec, o Programa de Desenvolvimento Econômico de Cascavel, que assegura isenção de vários tributos por dez anos, entre eles IPTU; ISSQN incidente sobre a construção, após o deferimento da Anuência de Aprovação de Projeto; a Taxa de Licença para Localização do Estabelecimento e Renovações  anuais, após a instalação da indústria e a Taxa de Licença Sanitária, após a instalação da indústria.   Alvarás Também em parceria com as demais secretarias afins, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico participou, do Mutirão do Alvará realizado de 24 a 28 de abril, registrando 187 atendimentos.   Arrecadação Cascavel elevou também este ano o volume de eventos, o que também representou uma arrecadação 81,25% maior, com a locação do Centro de Convenções e do Anfiteatro Emir Sfair, saltando de 78 eventos em 2016, que totalizaram R$ 192.408,00, para 107 eventos até o fim deste ano, que resultará numa arrecadação de R$ 348.732,00.   Empresa Fácil O Programa Empresa Fácil também comemora avanços. Somente este ano, de 1 de janeiro a 31 de julho, foram registrados 18.166 atendimentos na Sala do Empresário, com 1.238 CNPJs  emitidos e 1.138 alvarás expedidos por meio do programa. No período, já são 352 capacitações realizadas. O programa recebeu o Selo Referência em Atendimento do Sebrae, que está estruturado em três pilares: atendimento, solução para clientes e gestão. Por meio do Banco do Empreendedor/Fomento Paraná, 31 propostas foram encaminhadas este ano, totalizando R$ 348.997,14  em empréstimos concedidos até agosto.   Convênio garante mais cursos na Ivar Sarolli Ainda durante a Escola de hoje, foi formalizado Termo de Convênio com o Senai, na presença do diretor da unidade de Cascavel, Hugo Molina, para a implantação do curso de corte e costura industrial na Escola Industrial Ivar Carlos Sarolli, do Morumbi. São 200 vagas gratuitas, com início em setembro. Somente este ano, na Escola do Morumbi, em andamento e concluído, estão os cursos de auxiliar de marceneiro; produção de Móveis em MDF; auxiliar de confecção e marcenaria básica.   Natal Encantado 2017 O Natal deste ano será singelo, segundo a Semdec, contudo, mágico, envolvendo a Avenida Brasil desde as Ruas Barão do Cerro Azul até a Sete de Setembro, com iluminação na Travessa Padre Champagnat e na Biblioteca Pública. Todos os cenários serão espalhados ao longo do trecho e não mais concentrados em frente à Catedral. A chegada do Papai Noel, com abertura oficial do Natal Encantado está prevista para o dia 25 de novembro, em frente à Catedral. São parceiros do Natal deste ano a Cohavel e as secretarias de Cultura, Esportes, Obras, Meio Ambiente, Planejamento, Administração (Departamento de Compras) e a Cettrans.   Próximas apresentações Ainda neste segundo semestre a Escola de Governo entra numa fase especial de apresentação de projetos, incluindo a Itaipu no dia 29 de agosto e a Caixa Econômica no dia 19 de setembro. As próximas secretarias a comandar a Escola são Acesc (22/08); IPMC (05/09); Cettrans (12/09); Administração (26/09) e Sesop (03/10).   Acesse a apresentação Como já é tradição, a Escola de Governo foi transmitida ao vivo pelas redes sociais e o material de apoio utilizado pelo secretário pode ser acessado neste link.
14/08/2017 - Citvel: Paranhos quer "solução correta e duradoura"
Empresários com empresas em atividade na Citvel (Cidade Industrial e Tecnológica de Cascavel Adão Francisco Schwab Gasparovic) estiveram reunidos hoje com o prefeito Leonaldo Paranhos, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, João Alberto Soares de Andrade, e o vereador Valdecir Alcântara. Na pauta, a busca de uma solução para o impasse que tem gerado grande preocupação entre os empresários no que diz respeito ao rateio das despesas geradas com a manutenção e serviços de segurança da unidade. Na assinatura do contrato dos terreno da Citvel adquiridos pelos empresários que participaram e venceram a disputa pública, também foram assinados termos de compromisso para ocupação dos terrenos, com prazos e projetos definidos para instalação das empresas. Entretanto, alguns dos empresários descumpriram o termo e perderam o direito aos terrenos. Com isso, o Município acabou participando do rateio da despesas, mesmo sem regulamentação. A partir de janeiro, com o novo governo, o Município deixou de fazer os pagamentos para não cometer nova irregularidade. Na reunião de ontem, o prefeito Paranhos ouviu os empresários e discutiu solução para o impasse. "Em nosso governo estabelecemos total transparência e também determinamos que tudo seja feito de forma correta e legal", disse o prefeito, destacando que "vamos oferecer uma solução que seja correta e duradoura". De acordo com os empresários, atualmente, o débito do Município está na casa dos R$ 80 mil. Para resolver este problema, o prefeito determinou a elaboração de um projeto de lei que possibilite repasse legal destes valores, bem como torne legal a participação do Município no rateio das despesas de manutenção do parque industrial."O secretário João Alberto já está trabalhando nisso e, com apoio da Câmara de Vereadores, vamos trazer um solução imediata e efetiva", completou. O prefeito lembrou que são pelo menos 400 empregos diretos já instalados na Citvel e que precisam ter a atenção devida do Poder Público. "São cerca de 400 empregos, o que podemos entender que são pelo menos 400 famílias. Temos que tratar essa questão com todo cuidado e responsabilidade".   Alvarás Atualmente, dos 20 terrenos da Citvel, apenas 9 estão devidamente ocupados e com as empresas em atividade. Do restante, três retornaram ao Município, cinco estão com demandas judiciais e outros três com processo administrativo junto a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. De acordo com o secretário João Alberto, as empresas em atividade no Citvel já representam um retorno anual ao Município de cerca de R$ 800 mil e se prontificou a auxiliar os empresários na obtenção dos alvarás ainda pendentes.   Transporte coletivo Ainda durante a reunião, o prefeito fez contato com o presidente da Cettrans, Alssir Pelissaro, para determinar imediato estudo para ampliação do serviço de transporte coletivo para atender os trabalhadores das empresas da Citvel, dando andamento imediato a outra reivindicação dos empresários. A Citvel I está localizado na BR-277, KM-574, saída para Curitiba. 
02/08/2017 - Desenvolvimento Econômico: hoje tem curso no Território Cidadão
Começa nesta quarta-feira (2) o curso "Customização de Chinelos" no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro Cascavel Velho. O curso que tem duração de 15 horas oferece 20 vagas que foram preenchidas através do programa Território Cidadão. Durante a realização do curso os participantes aprenderão sobre a utilização de materiais e ferramentas adequadas, seleção e escolhas dos modelos, desenvolvimento de técnicas, confecção de peças, técnicas de acabamentos e custos e valores estimados para venda. No dia 5 acontecerá o curso "Elaboração de Massas Caseiras" que será realizado  na cozinha do Salão Comunitário do Cascavel Velho. O curso terá duração de 8 horas e ofereceu 15 vagas que também preenchidas pelo Território Cidadão. Neste curso os alunos aprenderão a produzir massas de talharim, lasanha, canelone, rondele e pierog, combinações de massas e molhos, nhoque fácil, nhoque de mandioquinha, molho branco, molho alho e óleo, molho ao sugo, molho bolonhesa, molho de frango, molho All´Amatricciana, molho Alla Caponatta, recheio para Tortei, talharim à Alfredo, talharim à Moda Carbonara, Fetuccine à Bolopanna, talharim com abobrinha e parmesão, lasanha à Bolonhesa, lasanha 4 Queijos e Pierog. Os cursos estão sendo realizados em parceria com o CRAS com o objetivo de ofertar alternativa de renda e formar novos microempreendedores Individuais.