08/11/2017 - Feira do Teatro: inscrições seguem até o dia 17 de novembro
Interessados em fazer parte da feira devem se inscrever na Secretaria de Desenvolvimento Econômico A Secretaria de Desenvolvimento Econômico lembra que estão abertas as inscrições para interessados em participar como expositores na Feira do Teatro, cujo lançamento marcado para o dia 26 de novembro faz parte da programação alusiva aos 66 anos do aniversário de Cascavel. A Feira será realizada aos domingos, das 8 às 15 horas, no estacionamento do Complexo Cultural do Teatro Sefrin Filho e do Centro Cultural Gilberto Mayer. Os interessados em participar da Feira do Teatro devem se inscrever por meio do preenchimento da ficha de inscrição (munidos de documentos e amostras) na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, até o dia 17 de novembro. O primeiro passo para quem deseja uma das 42 vagas na feira, é ler o Edital na íntegra. A Feira do Teatro tem como objetivo a exposição e comercialização de produtos provenientes de atividades artesanais (produção artesanal de pequena escala), artes plásticas (pintura, escultura, fotografias autorais e artísticas, gravuras), objetos de coleção e antiguidades, peças customizadas e arte culinária. A ideia é promover o encontro e o convívio entre gerações, incentivar a atividade artística e artesanal, valorizando o artista e o produtor artesanal, além de proporcionar local de exposição e comercialização, estimulando a atividade cultural e a economia criativa, com geração de trabalho e renda, proporcionando área de lazer cultural à população e criar um novo ponto turístico na cidade de Cascavel. Mais informações sobre a Feira e as inscrições podem ser obtidas no telefone 3902-1358, com Ana Lúcia.  
24/10/2017 - Feira do Teatro: Semdec orienta interessados em se inscrever
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Semdec) divulgou hoje (24) orientações aos interessados em se inscrever para participar da Feira do Teatro de Cascavel. As inscrições iniciaram ontem (23) e podem ser feitas pessoalmente, na secretaria, que funciona anexo ao Centro de Convenções e Eventos, até o dia 17 de novembro. O primeiro passo para quem deseja uma das 42 vagas na feira, é ler o Edital na íntegra. Veja as demais orientações.   1. Todos deverão apresentar amostras de seus produtos, exceto os inscritos na categoria alimentos, que deverão apresentar em data especificada no edital. 2. Todos devem comparecer com seus documentos e fotocópias relacionados abaixo: No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar: Pessoa Física: a) Original com cópia da Cédula de Identidade ou outro documento oficial de identificação com foto; b) Original com cópia do Cadastro de Pessoas Físicas – CPF; c) Original com cópia do comprovante de residência ou domicilio e do local de produção (quando diferentes) no Município de Cascavel, com data de emissão não superior a 90 (noventa) dias, contados da data de publicação do edital; d) Certidão de regularidade de tributos municipal, estadual e federal; Microempreendedor Individual: a) Original com cópia da Cédula de Identidade ou outro documento oficial de identificação com foto; b) Original com cópia do Cadastro de Pessoas Físicas – CPF; c) Original com cópia do comprovante de residência ou domicilio e do local de produção (quando diferentes) no Município de Cascavel, com data de emissão não superior a 90 (noventa) dias, contados da data de publicação do edital; d) Certidão de regularidade de tributos municipal, estadual e federal; e) Original com cópia do Certificado de Microempreendedor Individual quando for o caso; f) Original com cópia do Cartão do CNPJ quando for o caso; Para a inscrição na categoria produtos alimentícios, além dos documentos relacionados acimadeverá ser apresentada cópia do Certificado do Curso de Manipulação de Alimentos do candidato, realizado a menos de 24 (vinte e quatro) meses, contados da data de publicação do edital. Caso o candidato não tenha o Certificado, ele terá o prazo de 60 (sessenta) dias para participar do Curso a ser fornecido pela Coordenação da Feira. Entidades Beneficentes, Culturais e Assistenciais: a) Original com cópia da Cédula de Identidade ou outro documento oficial de identificação com foto; b) Original com cópia do Cadastro de Pessoas Físicas – CPF; c) Original com cópia do comprovante de residência ou domicilio e do local de produção (quando diferentes) no Município de Cascavel, com data de emissão não superior a 90 (noventa) dias, contados da data de publicação do edital; d) Certidão de regularidade de tributos municipal, estadual e federal; e) Original com cópia do estatuto da entidade; f) Cópia da ata de eleição da diretoria, em vigência; g) Original e cópias da cédula de identidade e CPF do presidente da entidade ou representante legal; h) Original e cópia do CNPJ; 3. Para a emissão das Certidões Negativas, devem seguir o passo-a-passo abaixo: Para certidão negativa do Governo Federal: 1° Pesquisar no Google: CERTIDÃO NEGATIVA RECEITA FEDERAL 2° Clicar no primeiro link correspondente a: idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/tributaria/certidoes-e-situacao-fiscal 3° Na opção Pessoa Física (CPF), clicar em “Emitir Certidão”. 4° Preencha o CPF na caixa de texto. 5° Digitar o código de controle 6° Clicar no Consultar 7° Clicar em “Emissão de nova certidão” 8° Imprimir em “preparar página para impressão” no canto inferior direito Para certidão negativa do Governo do Paraná: 1° Pesquisar no Google: CERTIDÃO NEGATIVA GOVERNO DO PARANÁ 2° Clicar no primeiro link correspondente a: www.cdw.fazenda.pr.gov.br/cdw/emissao/certidaoAutomatica 3° Preencha o CPF na caixa de texto. 4° Digitar o código de controle 5° A certidão será baixada no computador. 6° Abri-la e imprimir. Para certidão negativa do Município de Cascavel: 1° Pesquisar no Google: CERTIDÃO NEGATIVA MUNICÍPIO DE CASCAVEL 2° Clicar no primeiro link correspondente a: www.cascavel.pr.gov.br/certidoes.php 3° Clicar no item: Emissão da Certidão Negativa de Débitos – CND 4° Na “Opção de Emissão” “Selecione a forma de emissão” “por CPF/CNPJ” 5° Preencha o CPF na caixa de texto (abaixo). 6° No item “Finalidade” “Selecione uma Finalidade” Escolher a opção “Jurídico - Contribuinte” 7° Clicar em “Confirmar” 8° Imprimir a Certidão Negativa gerada      
20/10/2017 - Semdec abre inscrições para interessados em participar da Feira do Teatro
Serão autorizadas 42 vagas para exposições de produtos artesanais, manuais, alimentícios, étnicos e colecionáveis A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do Departamento de Eventos e Turismo, publicou no Diário Oficial de hoje (20) o edital nº 001 de 2017, o qual estabelece a abertura das inscrições para interessados em participar da Feira do Teatro de Cascavel. As inscrições podem ser feitas a partir de segunda-feira (23) e seguem até o dia 17 de novembro, das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas, gratuitamente e exclusivamente no Departamento de Eventos e Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, localizada anexo ao Centro de Convenções e Eventos, na Rua Fortunato Bebber, 987. A documentação exigida pode ser consultada no item 6 do edital. Quem pode Podem se inscrever candidatos a expositores para a seleção de produtos artesanais, produtos manuais, obras de arte, produtos alimentícios artesanais, peças de antiquários ou colecionáveis, produtos étnicos e alimentos (food-trucks) para obtenção de autorização que permite a participação e a comercialização da Feira, conforme as especificações do edital, que pode ser consultado neste link. São pessoas físicas residentes em Cascavel, que comprovem as exigências do edital; pessoas jurídicas formalizadas como MEI e domiciliadas em Cascavel; grupos étnicos formalizados juridicamente; entidades beneficentes e assistenciais e proprietários de food-trucks de até 7 metros de comprimento. Não é permitida inscrição de menores de 18 anos e de mais de uma pessoa pertencente à mesma família, que resida no mesmo domicílio, independente do produto que for comercializado. Os selecionados terão um custo mensal de 1 UFM para utilizar o espaço público e de 1 UFM pelo aluguel das barracas. Para os veículos (Food-Trucks) o valor da utilização do espaço público é de 2 UFMs. Hoje a UFM (Unidade Fiscal do Município) tem valor de R$ 41,04. Estímulo cultural e de renda extra De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, João Alberto Soares de Andrade, a Feira será realizada aos domingos pela manhã, na quadra do complexo cultural do Teatro Municipal Sefrin Filho e do Centro Cultural Gilberto Mayer, com a finalidade de proporcionar um local de exposição e de comercialização, estimulando a atividade cultural e econômica, com a geração de trabalho e renda, além de divulgar a atividade artística e artesanal do Município, de forma a oportunizar novos negócios, objetivando a cultura como fonte de desenvolvimento econômico e turístico. "Serão autorizadas 42 vagas, respeitando as condições já definidas pela Semdec e pela Secretaria de Cultura", detalha.  
09/10/2017 - Cascavel lidera geração de empregos no PR de janeiro a agosto
A região de Cascavel lidera a geração de empregos no Paraná no período de janeiro a agostos de 2017 com a criação de 4.650 novas vagas de trabalho. Em segundo lugar aparece a região de Paranavaí com 3.212 vagas geradas e outras 2.930 pela de Londrina. Com isso o interior do Paraná novamente foi destaque na retomada da geração de empregos no Estado. Somente as regiões de Cascavel, Paranavaí e Londrina juntas geraram mais de 10 mil postos de trabalho nos primeiros oito meses do ano. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e contabilizam a diferença entre admissões e demissões. Ao todo, o Paraná gerou 25.270 empregos com carteira assinada em 2017. No acumulado do ano, a indústria de transformação e os serviços foram os setores que mais criaram emprego no acumulado do ano no Paraná. A indústria registrou saldo positivo de 13.359 empregos e os serviços 13.291. O Paraná tem oito municípios entre os 100 que geraram maiores saldos de emprego formal no País de janeiro a agosto. Pato Branco (1.697 postos) que ficou na 35ª colocação, seguido de Maringá (1.690) na 37ª, Cascavel (1.492) em 51ª, São José dos Pinhais (1.311) em 62ª, Palotina (1.267) em 66ª, Rolândia (1.090) em 82ª, Apucarana (1.053) em 86ª e Medianeira (945) em 97ª. As únicas exceções na geração de vagas vieram de Curitiba e Guarapuava. A capital paranaense apresentou saldo negativo de 4.634 postos de janeiro a gosto, seguindo a mesma tendência de outras 22 capitais do País, com destaque para Rio de Janeiro (-46.497), Porto Alegre (-8.153) e Florianópolis (-6.297).    
09/10/2017 - Cascavel é a 4ª melhor do Paraná para se investir em negócios
No ranking da "Exame" desta semana, nossa cidade desponta entre os 100 municípios brasileiros que reúnem as condições mais favoráveis para a instalação de empresas Às vésperas de completar o 66º aniversário, o Município de Cascavel ganha notoriedade na mídia nacional ao ocupar lugar de destaque no levantamento realizando pela consultoria Urban Systems, especializada no desenvolvimento das cidades, que elencou as 100 melhores cidades do Brasil para se investir em negócios. No ranking publicado pela Revista Exame que está nas bancas, a capital do Oeste paranaense figura como a 4ª melhor do Paraná e a 40ª melhor do Brasil entre os municípios com condições mais favoráveis para a instalação de novas empresas. A Urban Systems elabora, desde 2014 - a pedido de "Exame" - esse ranking dos municípios com mais de 100 mil habitantes e, como acentua o presidente da Consultoria, Thomaz Assumpção, “cidades em que a sociedade civil é provocada a pensar no futuro costumam ter bons indicadores sociais e ser bons locais para fazer negócio”. Prova de que em terra vermelha, onde tudo que se planta dá, também no setor empresarial o presente e o futuro são promissores, uma vez que no levantamento da Urban Systems são checados 28 indicadores de desenvolvimento social, capital humano, saúde, educação, infraestrutura e desenvolvimento econômico, itens em que Cascavel foi bem pontuada, ficando atrás apenas de Curitiba (1ª no Estado e 7ª no Brasil; Maringá, 2ª do Estado e 15ª em âmbito nacional e Londrina, 3ª no ranking estadual e 34ª no nacional). O planejamento a longo prazo, item que colocou São Paulo como referência para as demais cidades no Brasil e a primeira no topo do ranking, também já garante pontos extras para o Município de Cascavel. A atual administração tem no planejamento estratégico, com fiscalização e transparência nas contas públicas, um jeito austero de pensar e construir o futuro da cidade. "Esses índices são extremamente positivos e, ao mesmo tempo, aumentam a nossa responsabilidade", avalia o prefeito Leonaldo Paranhos, que também investe numa gestão participativa, que contempla a inclusão dos cidadãos como gestores ativos do governo. Para ele, isso exige que "aprimoremos ainda mais os nossos serviços, junto com a sociedade civil organizada e os empresários, que já investem muito por aqui, pois Cascavel é um polo em saúde, educação, tecnologia, entre outras áreas importantes que atraem investidores, revelando a pujança da nossa gente, que merece ter um poder público parceiro, transparente e estimulador dos empreendedores".  
18/09/2017 - Continuam abertas inscrições para curso de aperfeiçoamento no Território Cidadão
Começa no próximo dia 27 de setembro, no CRAS do bairro Cascavel Velho, o curso “Promoção de Vendas para Supermercado e Loja”, promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico no Território Cidadão. O curso terá duração de 21 horas e abordará os seguintes conteúdos: Apresentação pessoal e postura profissional do promotor; Atitudes que fazem a diferença; O varejo de supermercado e a importância no ponto de venda; O comportamento do consumidor no supermercado brasileiro; Conhecendo o cliente; O que é merchandising?; Material de merchandising;  Diferença entre merchandising e promoção de vendas; Técnicas de exibição de produtos; Métodos first in first out (FIFO); Merchandising e a exibição de produtos no ponto de venda (PDV); Manutenção de material de merchandising. O objetivo do curso promover o aperfeiçoamento das técnicas de promoção de vendas e merchandising em supermercados e lojas, sendo uma boa oportunidade para as pessoas que estão em busca de um emprego, pois o aluno será certificado pelo Senac e também para aqueles que já estão trabalhando mas querem qualificar o seu trabalho. O curso é gratuito e as aulas acontecerão a ssegundas, quarta se sextas-feiras, no horário das 8h30 às 11h30. Ainda há vagas e as inscrições podem ser realizadas no CRAS do bairro Cascavel Velho. Informações pelo telefone 3902-1735  
11/09/2017 - Ambulantes: Coplaa empossa nova mesa diretiva e define novas regras
A Coplaa (Comissão Permanente de Licença de Atividades Ambulantes) - criada pela Lei Complementar Municipal nº 78, de 27 de agosto de 2014 empossou hoje (11) a nova mesa diretiva eleita para o mandato 2017-2018. O gestor ambiental José Luiz Ferreira, que representa a Secretaria de Meio Ambiente na Comissão, foi eleito presidente. Como vice-presidente foi eleito Leonir da Cruz (Chiquinho), representante da AVLC (Associação dos Vendedores de Lanches de Cascavel); Cledimara Nunes (representante da Secretaria de Finanças) é a primeira secretária e Rissieri dos Reis Scardoelli (Representante da Secretaria de Planejamento), segundo secretário. Na ocasião foi estabelecido um cronograma de trabalhos da Comissão, que também aprovou uma mudança no regimento interno, que agora irá permitir, a convite dos membros da Comissão, a participação com direito a voz, porém sem voto, de entidades externas e afins nas reuniões que discutem a situação dos ambulantes em Cascavel, como a Comissão Especial criada pelo prefeito Leonaldo Paranhos para solucionar a situação no Município. "Também discutimos os anseios da categoria e a presença, a partir de agora nas reuniões, de titulares e suplentes de cada entidade que integra a Coplaa", detalhou Ferreira, que apresentou na reunião um balanço de processos em andamento.   Números O relatório aponta 291 processos em curso, ou seja, que aguardam análise e parecer, sendo: - Caldo de Cana: 32 (4 pedem para a Av. Brasil); - Trailer de lanches: 91 (27 pedem para a Av. Brasil); - Carrinho de lanches: 4 Itinerantes: 43 (vendedor de pano de prato, algodão doce, cintos, carteiras, tapetes, brinquedos, artesanatos, sorvetes, balões, alimentos, etc.); Outros: 121 (carro de frutas e verduras, churros, pipoca, açaí, tapioca, espetinhos, doces, pães e massas); Em processo de recadastramento estão 64 processos,  todos fiscalizados, sendo: - 4 encerraram as atividades; - 5 indeferidos; - 9 deferidos quanto ao local mas com pendência de documentação; - 16 deferidos quanto ao local, aguardando vistoria e parecer da Vigilância Sanitária; - 3 aguardando parecer da Seplan ( em conjunto com Sema e Cettrans); - 27 aguardando para análise e parecer; - Processos arquivados:32 (desistentes, ou indeferidos) No total, incluindo 291 processos de cadastramentos e 64 de recadastramentos e mais 32 arquivados, a Coplaa conta com 387 processos.
29/08/2017 - Parceria com BRDE valoriza empresários e oferece novo instrumento
Se acordo com Orlando Pessuti, vice-presidente do BRDE, parceria atende todos os setores   Em edição especial da Escola de Governo, hoje (29), o prefeito Leonaldo Paranhos e o vice-presidente do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), Orlando Pessuti, assinaram termo de cooperação técnica para facilitar a liberação de linhas de crédito do banco a micro e pequenos empreendedores já instalados ou que venham a se instalar em Cascavel. O prefeito Leonaldo Paranhos, agradecendo a disposição de toda equipe do BRDE para formulação da parceria, lembro que "as coisas acontecem, mas precisam de dedicação e empenho". Com referência especial às entidades (Acic, Amic, CDL e a Garantioeste), Paranhos afirmou que "não consigo imaginar uma cidade com êxito, evolução e crescimento sem a parceria com os empresários que geram impostos e garantem, inclusive, as políticas públicas". Paranhos disse ainda que "precisamos voltar a reconhecer a importância dos nossos empresários; é preciso que as empresas tenham facilidade e não a burocracia que, muitas vezes a Prefeitura impõe", lembrando do recente "mutirão de alvarás, facilitando a vida dos empresários porque reconhecemos essa necessidade". Paranhos enfatizou ainda que o "BRDE é uma marca fantástica" e a sua presença em Cascavel precisa ser comemorada porque "amplia nossa capacidade de ofertar serviços, pessoas e projetos qualificados aos empresários de Cascavel; em um momento de muita dificuldade a Prefeitura, numa parceria como essa, disponibiliza técnicos, projeto e recursos para que se possa avançar".   "Antiga relação" Orlando Pessuti disse que a parceria busca atender a todos os setores, desde a agricultura familiar até o comércio de micro, pequeno, médio ou grande porte, "sem estabelecer um valor porque pode variar de R$ 1 milhão a R$ 100 milhões, dependendo da demanda que surgir". "O importante é que a partir de agora, Cascavel vai dispor de uma equipe técnica, pelo menos uns 200 técnicos do mais alto nível, sem mais a necessidade de ter que contratar uma consultoria, que agora pode buscar no BRDE, sem nenhum custo para o Município", ressaltou Pessuti, depois de falar de sua trajetória pública que tem estreita e antiga ligação com Cascavel e o Oeste do Paraná "marcada por grandes realizações e conquistas para o desenvolvimento de Cascavel e toda região Oeste". "O BRDE já tem uma parceria com a Acic onde temos uma pessoa dentro da associação, de grande valor, que foi treinada para atender os empresários. E este acordo que estamos firmando hoje é para que possamos entrelaçar as mãos", disse Orlando Pessuti, destacando que desde a sua fundação, há 56 anos, o BRDE "financia o desenvolvimento estadual, regional e local; estamos vindo aqui para sermos parceiros da administração municipal para orientar a todos os empreendedores". O  vice-presidente do BRDE lembro que além da orientação para busca do crédito, a equipe técnica do banco também auxilia na estruturação do projeto. "Muitas vezes temo um sonho e uma ideia. Mas muitas vezes só ter o sonho não resolve. Isso tem que ser transformado em um projeto. Porém, só o projeto também não adianta se não tiver a estruturação do financiamento e um planejamento. E é isso que o BRDE se propõe a fazer", completou. Ao destacar a parceria com o BRDE, João Alberto Soares, secretário de Desenvolvimento Econômico, lembrou que a base de sucesso de qualquer cidade e região, é o desenvolvimento econômico. "Não há saúde ou educação sem desenvolvimento econômico. Não há diferenciação entre uma ou outra área, mas é preciso recursos. E essas parcerias são extremamente importantes. O trabalho do prefeito começou á na Coopavel, durante o Show Rural, para que convocasse o BRDE para estruturar esse modelo de negócio para orientar e trazer recursos para a cidade de Cascavel para que pudéssemos ampliar a atividade econômica em um momento difícil e de crise através do crédito do BRDE", pontuou secretário.   Garantioeste Ainda durante a Escola de Governo, foi assinada termo de cooperação entre a Prefeitura de Cascavel e a Garantioeste (Sociedade de Garantia de Crédito do Oeste do Paraná). A parceria assinada pelo prefeito Paranhos e o presidente da Garantioeste, Khaled Nakka, disponibilizou mais R$ 300 mil, ampliando a capacidade de liberação de recursos. Os R$ 300 mil liberados à Garantioeste, garantem lastro para cerca de R$ 3 milhões em operações. “São valores importantes que permitem acesso a crédito facilitado e barato a micros e a pequenas empresas", disse. Já com sete anos de atuação, a Garantioeste oferece aval a empresas que têm dificuldades de apresentar garantias aos bancos.