Ambulantes: Coplaa empossa nova mesa diretiva e define novas regras

A Coplaa (Comissão Permanente de Licença de Atividades Ambulantes) - criada pela Lei Complementar Municipal nº 78, de 27 de agosto de 2014 empossou hoje (11) a nova mesa diretiva eleita para o mandato 2017-2018. O gestor ambiental José Luiz Ferreira, que representa a Secretaria de Meio Ambiente na Comissão, foi eleito presidente. Como vice-presidente foi eleito Leonir da Cruz (Chiquinho), representante da AVLC (Associação dos Vendedores de Lanches de Cascavel); Cledimara Nunes (representante da Secretaria de Finanças) é a primeira secretária e Rissieri dos Reis Scardoelli (Representante da Secretaria de Planejamento), segundo secretário.

Na ocasião foi estabelecido um cronograma de trabalhos da Comissão, que também aprovou uma mudança no regimento interno, que agora irá permitir, a convite dos membros da Comissão, a participação com direito a voz, porém sem voto, de entidades externas e afins nas reuniões que discutem a situação dos ambulantes em Cascavel, como a Comissão Especial criada pelo prefeito Leonaldo Paranhos para solucionar a situação no Município.

"Também discutimos os anseios da categoria e a presença, a partir de agora nas reuniões, de titulares e suplentes de cada entidade que integra a Coplaa", detalhou Ferreira, que apresentou na reunião um balanço de processos em andamento.

 

Números

O relatório aponta 291 processos em curso, ou seja, que aguardam análise e parecer, sendo:

- Caldo de Cana: 32 (4 pedem para a Av. Brasil);

- Trailer de lanches: 91 (27 pedem para a Av. Brasil);

- Carrinho de lanches: 4

Itinerantes: 43 (vendedor de pano de prato, algodão doce, cintos, carteiras, tapetes, brinquedos, artesanatos, sorvetes, balões, alimentos, etc.);

Outros: 121 (carro de frutas e verduras, churros, pipoca, açaí, tapioca, espetinhos, doces, pães e massas);

Em processo de recadastramento estão 64 processos,  todos fiscalizados, sendo:

- 4 encerraram as atividades;

- 5 indeferidos;

- 9 deferidos quanto ao local mas com pendência de documentação;

- 16 deferidos quanto ao local, aguardando vistoria e parecer da Vigilância Sanitária;

- 3 aguardando parecer da Seplan ( em conjunto com Sema e Cettrans);

- 27 aguardando para análise e parecer;

- Processos arquivados:32 (desistentes, ou indeferidos)

No total, incluindo 291 processos de cadastramentos e 64 de recadastramentos e mais 32 arquivados, a Coplaa conta com 387 processos.

Data de publicação: 11/09/2017